Mas é tanto vai e volta…

Lá vem eu de novo.

Primeiramente eu gostaria de de dizer que a culpa não é toda minha (embora a maior parte seja mesmo). A vida anda difícil. Faz uns 2 ou 3 anos que eu comecei o blog e eu não prometo mais nada por motivos de: não quero, respeita. babiloniaSabe aquele tanto de listas do 20 e tantos anos do BuzzFeed? É tudo verdade, e eu estou apenas nos 20. Veja bem: fazer faculdade, academia, trabalhar, namorar e ter uma vida social é difícil. Eu só estou aqui porque acabei de entrar de férias.

Com tanta coisa na cabeça, era pra eu voltar sossegada, no entanto estou mais louca do que antes

¯\_(ツ)_/¯

Eis que a vida da pessoa passa por uma série de altos e baixos. Continuo ansiosa e paranoica, dei uma segurada nos calmantes e agora tento me dedicar a qualquer coisa que me deixe menos possessa com tudo. With a little help from my friens, of course.

O blog perdeu o domínio e eu to bem braba por isso, mas a culpa foi minha. Eventualmente eu vou consertar, mas não garanto que vai ser rápido. Mas para todos os efeitos, eu voltei.

11756556_1049266845085526_1456439921_ne vai ter muito meme

Beijos ❤

Anúncios

Amor para pessimista


Hoje me parece bem engraçado e irônico, mas posso dizer estive dos dois lados de um coração partido. Óbvio que ambos são terrivelmente doloridos, mas agora eu entendo que um dos lados faz perder o sono e a sanidade.

Você viaja por aí e vê de tudo. Tem gente vendendo receita pra fazer amor dar certo, pra saber se relacionar com as pessoas, todo tipo de coisa. Honestamente, pelo menos para mim, não faz sentindo nenhum ficar caçando motivo para estar apaixonado. Por melhor que seja a sensação, é rotineiro e passageiro. Na melhor das hipóteses dura até a morte e fala sério, isso não é vantagem!

Amor, paixão, seja lá o que for: é dor, adorável, mas dor. Apesar de detestar A culpa é das estrelas, preciso citar que o negócio da dor é que ela precisa ser sentida. O amor também, por isso acho que faltam opções, resta aceitar que as pessoas mudam e no fim todo mundo sofre.


É estranho escrever um texto onde você não está convicta da sua própria opinião. Eu queria mentir e simplesmente dizer que é ficção, mas mudei de ideia umas quinze vezes até o fim do texto e talvez amanha eu seja uma pessoa apaixonada e feliz. Eu acredito em mudar de ideia e eu só tenho 19 anos, então okay, acho que é válido. To ranzinza mesmo.

Beijão ❤

Missão estágio

le blog de betty

É muito fácil notar que meu blog tá meio abandonado, o que acontece é compreensível e se chama: vida. Mas tem essa coisa especial e nova na minha vida: eu comecei a estagiar! Imaginem um coro de anjinhos cantando aleluia de fundo, hahaha.
Pois é.

Pra quem não sabe, eu trabalho desde os meus 16 anos e já trabalhei com várias coisas diferentes.

Sagitariana assídua, no ensino médio eu não sabia o que queria fazer da vida e até hoje me sinto uma incógnita, mas sei que amo escrever. Depois de algumas tentativas que fracassaram lindamente, lá fui eu atrás da faculdade de jornalismo.
Deu certo? Não sei ainda. Sou jovem, estagiária e juro pela minha alma que estou me esforçando.

É engraçado ver que todo mundo acha jornalismo algo muito fácil, por que não precisa de diploma e blá blá blá. Eu nem acho que isso vem ao caso, porém é tudo balela! Nem a vida de universitário é moleza, imagina no trabalho? Você acaba percebendo que tem que ter agilidade e muita delicadeza para tratar de qualquer assunto. É pela falta disso que os jornalistas são tão xingados por aí. Você nunca sabe o que pode ofender alguém, e as vezes pessoas se ofendem com qualquer coisa ou interpretam mal, mas isso é completamente normal. Tô apendendo que é importante não somente saber falar, mas também ser levado a sério.
Acho que eu não to na vida a passagem. Por mais que aconteçam centenas de coisas ruins, vez ou outra me aparece uma coisa maravilhosa.

Me resta agora esperar a volta da faculdade, que pra falar a verdade, sinto muita falta durante as férias.

Amigos, oremos pra que dê certo, ok? Ta legal, ta bacana, mas o importante é aprender.

Bora lá, beijão ❤

Eu mudei.

Eu mudei.
Tranquei umas portas e perdi as chaves. Abri outras portas e algumas janelas. Achei as chaves e voltei.
Cortei o cabelo, não parei de roer as unhas e tenho ainda mais preguiça de as pintar e mais vontade ainda de roer.
No geral, está tudo certo. Só que tudo certo, é tão monótono que parece errado. Parece que apesar de ter mudado, tá tudo igual.
Preciso mudar mais, mas preciso fixar as minhas formas originais, o que eu sou, preciso saber quem eu sou.
É pra isso que eu estou aqui… Eu acho.
Um pouco de mim está aqui e pretendo registrar um pouco mais.

20140219-000252.jpg

Até logo pessoal e obrigada pelos comentários que deixaram por aqui (:
Aline Barizi

Olha só…

tumblr_l5riunjLkc1qc6393o1_500_large

Olha, você pode me dizer o que quiser e eu vou acreditar. Pode me dizer que andou até a lua e voltou por mim. Pode me dizer que contou cada estrela do céu. Que vai me amar pra sempre.
Mas do fundo do meu coração, não me diga nada disso, te imploro. Não me diga que vai ficar, e que posso contar com você quando precisar. Porque apesar de acreditar, não é isso que quero pra mim, de novo não.

Sabe aquela história de “quanto mais alto estiver, maior será o tombo”? Isso pra mim é uma verdade absoluta. Não é pessimismo, é que você é sempre assim tão… Inexplicável.

Acho que são seus olhos que me passam essa confiança, mas quando eu coloco a cabeça no travesseiro e você já não está mais por perto, eu não sei pra onde essa confiança vai, só sei que ela some e que me faz pensar de novo: “onde foi que me meti dessa vez?” Quando tudo o que eu quero, na verdade, é estar metida entre os seus braços, em um abraço eterno (cafona né? Mas é verdade, juro). Só que eu vivo nessa incerteza, de não saber se é ou se não é, se vai ser algum dia.

Você podia me dizer, simplesmente, que volta amanha pra gente tomar um sorvete, e que vai ser o que tiver que ser, até quando tiver que ser.

Pode me contar uma estrela por dia, ou a gente podia ir até a lua juntos, sei lá. No caminho a gente resolve. 

Ainda não acabou!

Olá meus amores, eu sei que faz muito tempo que eu não dou as caras aqui, e eu tô morrendo de saudades, juro. Mas nesse último mês minha vida foi uma loucura! A faculdade se tornou um fardo nas minhas costas, nunca pensei que seria tão difícil, mas ninguém disse que ia ser fácil, então tenho que lidar com isso. Mudei de emprego, mas essa é com toda certeza a parte do meu dia que me deixa mais feliz (e bastante ocupada, também) <carmenL3. E tanta coisa aconteceu, até na minha casa, que eu acabei ficando longe do blog por um tempo. Acho que essa zona acabou, e agora vou tomar conta daqui. Inclusive, o layout é novo, bem simples, mas novo.
Fora isso, eu tô  tentando me exercitar um pouco mais, até reaprendi a andar de bicicleta e estou frequentando a academia. Difícil mesmo é fechar a boca pras besteiras D:

Isso tudo, é só pra dizer que eu voltei, e que me desdobrarei pra ficar.
Beijo, gente linda!